Ano do Senhor 2016: Um Pentecostes de Misericórdia!

Avalie este item
(0 votos)

Não há duvida, e não poderia ser diferente. No Ano da Misericórdia, sob o Pontificado do “Papa da misericórdia”, esse Pentecostes não pode ser outro que um grande e poderoso Pentecostes de Misericórdia! Eu creio!

Misericórdia é Amor! Misericórdia é ação eterna de Deus a nosso favor! Misericórdia é o Nome de Deus! Misericórdia é e será Pentecostes!

Como tem ensinado insistentemente o Papa, nenhum pecado humano, por mais grave que seja, pode prevalecer sobre a misericórdia ou limitá-la. Deus sempre perdoa tudo, oferece uma nova possibilidade a todos, concede a Sua Misericórdia a todos que pedem. Somos nós que não sabemos acolher o perdão e perdoar.

Na Bula do Ano Santo da Misericórdia, quando o Santo Padre mencionava o Espírito Santo, o fez dizendo justamente que Ele “conduz os passos dos crentes de forma a cooperarem para a obra da salvação realizada por Cristo”, e pedia ainda que Ele fosse “guia e apoio do povo de Deus a fim de o ajudar a contemplar o rosto da misericórdia” (Cf. MV 4).

Sim! Sem a graça e o toque divino do Espírito Santo o homem e a mulher nunca poderão experimentar o amor de Deus! Sem o arrependimento, dom d’Ele ao coração pecador, nunca ninguém teria condições de receber misericórdia e justificação! Estar aberto ao Espírito é a primeira e mais necessária de todas as nossas atitudes em relação ao acolhimento da graça, da misericórdia, do fruto do perdão do Calvário! Nada de misericórdia sem o Espírito Santo! Não foi assim naquele Pentecostes de perdão no Domingo de Páscoa quando Jesus entrou no Cenáculo?

Vivemos numa humanidade doente, com uma humanidade ferida. Todos nós possuímos grandes feridas. Todos nós precisamos de cura e perdão. Por isso, este Ano da Misericórdia se apresenta a cada um de nós como uma grande chance de um remédio eficaz, gratuito e divino: a própria Misericórdia do Senhor para todos! E como Pentecostes é derramamento do Amor, não podemos esperar algo diferente na conclusão deste Tempo Pascal: que venha um Grande Pentecostes de Amor em forma de Misericórdia! O Mundo precisa! O Brasil precisa! Eu preciso! Precisamos todos!

Como se preparar para este Pentecostes de Misericórdia?

Deseje! Seja honesto com seu próprio coração e sua história. Não esconda nem camufle suas condições. É vital desejar!

Reserve tempo para a oração! Este Pentecostes é também uma promessa condicionada a um estado de vida orante. Ore! Ore como um sedento. Supere cálculos e agenda. Dê o melhor tempo para Deus! Reserve!

Esvazie-se de si mesmo! Eis uma grande decisão interior. Aqui é você e você! O Espírito não pode preencher o que já está cheio. Deixe o orgulho e o excesso de racionalismo, como também sentimentalismos e situações superficiais que ocupam tua vida e atuais decisões. Livre-se do homem velho: vazio de si, cheio de Deus!

Torne-se íntimo de Deus e agrade o Seu Espírito! Amor de intimidade! Eis o amor que os santos tinham a Deus! Eis o amor esponsal que precisamos almejar Nele e por Ele! Amá-Lo e guardar a Doce Presença do Seu Espírito em nós. Eis o melhor fruto de um Pentecostes interior de misericórdia! Seja íntimo de Deus, escutando, saboreando, guardando e se movendo no Espírito!

Fé significa abrir espaço para Deus Amor, cujo poder é tremendo, cujo amor é infinito. Dizer todos os Domingos “Creio no Espírito Santo” é acreditar neste Amor sempre, é receber esse Amor sempre! Celebrar Pentecostes no Ano da Misericórdia seja um marco de amor em nossa vida cristã católica. Marque-nos para sempre, ó Deus, com o Teu Santo Espírito! Derrama sobre nós, a Igreja e o mundo, um Novo Pentecostes de Misericórdia! Amém!

 

Padre Dudu

Postulador da Causa de Canonização

da Beata Elena Guerra