CONHEÇA A CIDADE DO CONGRESSO DIOCESANO 2016

Avalie este item
(0 votos)

Bragança é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se na latitude 01° 03' 13" sul e longitude 46° 45' 56" oeste, estando à altitude de 19 metros. Sua população estimada em 2014 era de 120.124 habitantes.

Franceses liderados por Daniel La Touche, senhor de La Lavandière, foram os primeiros europeus a conhecer a região do Caeté em 8 de julho de 1613. Era habitada pela nação tupinambá.

Em 1622 o território de Bragança pertencia à Capitania de Gurupi. A área foi doada por Filipe II de Portugal a Gaspar de Souza, governador-geral do Brasil. Em 1634 foi fundado um povoado nas margens do Rio Caeté por Álvaro de Souza e transferido para a outra margem devido às dificuldades encontradas com a comunicação do povoado com Belém. Em 1854um decreto imperial criou o município de Bragança.

Economia

A cidade de Bragança é o maior polo pesqueiro do Estado do Pará, exportando sua produção principalmente para as capitais do Nordeste e do estado do Pará. Há grande atividade pecuária, agricultura e extrativismo de caranguejos.

Clima

O clima que é quente e úmido, com a temperatura média anual em torno de 26° C. De outubro a dezembro, registram-se máximas absolutas de 37° C. De março a abril a temperatura cai, e em julho ocorrem mínimas absolutas em torno de 22° C.

FONTE: Wikipédia

Transporte:

Aéreo

Aeroporto Santos Dumont.

Urbano

A cidade possui empresas que fazem a ligação entre o centro da cidade aos demais bairros: Transportes União, Transporte Pinheiro, Trans Montenegro, Trans Tremiense, Trans Ajuruteua e Trans Beira Rio.

Intermunicipal

O terminal rodoviário de Bragança fica localizado na Av. Polidório Coelho.

Praças e avenidas

Destacam‐se a a praça Fernando Guilhon, a das Bandeiras e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A principal avenida da sede do município é a Nazareno Ferreira, que começa no Trevo da cidade, no bairro homônimo, e termina no bairro do Perpétuo Socorro, passando pelos bairros do Alegre, Riozinho, Centro e Padre Luís, cortando a sede do município no sentido centro oeste-norte. Outra a avenida importante é a Santos Dumont, que começa na divisa dos bairros do Perpétuo Socorro e Padre Luís, e termina no bairro da Vila Sinhá, cortando a cidade no sentido leste-oeste e a Avenida Governador Mendonça Furtado a BR-308 que futuramente será terminada e será a principal ligação entre o Pará e Maranhão a Transoceânica.

Construções históricas

Igreja Matriz e Obelisco Centenário
  • Catedral Nossa Senhora do Rosário
  • Palácio Episcopal da Catedral Nossa Senhora do Rosário
  • Igreja de São Benedito
  • Instituto de Santa Teresinha
  • Forte do Caeté
  • Palacete Augusto Corrêa
  • Mercado de Carne
  • Sociedade Beneficente Artística Bragantina
  • I Unidade Regional de Educação
  • Escola Mâncio Ribeiro
  • Casa da Cultura
  • Praça/Coreto Pavilhão Senador Antônio Lemos

    Relevo e vegetação

    O relevo da sede do município é bastante variado. Há exemplos tanto de áreas planas (como nos bairros da Vila Sinhá e Perpétuo Socorro) como de relevo bastante íngreme e acidentado, com moradias muito abaixo do nível da rua (como no bairro do Riozinho). A vegetação do município é bastante variada, com destaque para a amazônica, a de mangue e a de campos.

    Campos naturais

    Estão localizados a aproximadamente 30 minutos do centro da cidade, por via rodoviária, em estradas não pavimentadas, mas em perfeitas condições de trafegabilidade. Devido à proximidade do mar, é uma área constantemente ventilada. As palmeiras de buriti e babaçu são a vegetação mais frequente. Há a predominância de fazendas com criação de gado zebu, nelore e o búfalo, além de cavalos mestiços. Estão divididos em Campos de Baixo, Campos do Meio e Campos de Cima.

    Praias

     
    Praia de Ajuruteua
    • Praia do Grilo: Praia com águas calmas e mangues. É um dos melhores locais para a pesca. Abriga uma vila de pescadores
    • Praia do Boiçucanga: Praia de enseada com areia clara e fina e mangues. Abriga um farol e uma vila de pescadores. Não possui infraestrutura
    • Praia do Pilão: Praia com águas claras e areia branca e fina. Possui dunas. Seu acesso é feito por barco.
    • Praia Chavascal: Praia com águas claras e ondas fortes no verão. Seu acesso se faz por barco ou atravessando a pé o canal durante a maré baixa.
    • Praia da Vila: Praia com ondas fracas e estreita faixa de areia clara e fina com dunas. Seu acesso se faz a pé a partir de Ajuruteua, na maré baixa, ou de barco, na alta.

    Hidrografia

    A hidrografia do município apresenta dois rios principais, são eles o rio Caeté (que margeia a cidade) e o rio Cereja (que corta a sede do município em duas partes). Além disso o município é intensamente recortado por igarapés. A vegetação é formada por manguezais, campos aluviais e campos bragantinos; mais a geografia do município é denominada em rios e igarapés. Neste cenário destaca-se o Rio Caetéque nasce no município de Nova Timboteua ao sul do território bragantino, desaguando no atlântico.